A criticidade Corrosão por dissolução dos metais – C4 foi descoberta pela Sea Marconi através da análise de uma grande quantidade de casos de estudo contidos na sua base de dados, ao longo de 40 anos.Estes estudos permitiram correlacionar experimentalmente as concentrações dos metais dissolvidos (por ex., cobre) com certos tipos de líquidos isolantes utilizados em famílias diferentes de equipamentos elétricos.Foram observadas concentrações muito elevadas de cobre dissolvido em óleo (até 500 mg/kg) e degradação das propriedades dielétricas do óleo isolante (fator de dissipação dielétrica – DDF até mais de 2).Verificou-se também um significativo fenómeno de deposição de substâncias organometálicas sobre os papéis de isolamento que não depende do enxofre corrosivo.

Na origem da criticidade

A análise dos metais dissolvidos nos líquidos de isolamento foi implementada de forma pioneira pela Sea Marconi em 1984. Esta análise, correlacionada com a análise das partículas no óleo, que a Sea Marconi realizou de forma sistemática pela primeira vez no mundo em 1976, permitiu-nos diagnosticar com precisão logo desde meados da década de 80 as criticidades específicas de óleos e transformadores.

O gráfico acima mostra um exemplo de análise estatística com correlação entre o ano de construção e a concentração de cobre por óleos minerais isolantes em transformadores de distribuição

Em 1995, a Sea Marconi teve a oportunidade de estudar melhor o fenómeno da dissolução dos metais.Nessa ocasião, a Sea Marconi foi chamada por uma empresa de construção de transformadores da América do Sul para investigar os numerosos casos de falha catastrófica. Tratava-se de reatores shunt em rede a 500 kV, todos entre os 18 e os 24 meses.Durante a investigação, a Sea Marconi analisou ??os fatores responsáveis ??pelas falhas, mas sem determinar com certeza a causa dos eventos catastróficos.Esse conhecimento, no entanto, fez emergir surpreendentemente uma tendência de certos tipos de óleos para dissolverem o cobre no interior famílias específicas de transformadores.Este estudo foi comunicada ao Cigre TF 15:01:05 e aprofundado depois durante a apresentação ao CIGRE de Paris, em agosto de 2000.

Clique aqui para aceder às principais publicações Sea Marconi sobre o assunto:

Maina, V. Tumiatti, M. Pompili and R. Bartnikas, Dielectric Loss Characteristics of Copper Contaminated Transformer Oils, IEEE Trans. On Power Delivery, Vol. 25, NO. 3, 2010

Maina, V. Tumiatti, M.C. Bruzzoniti, R.M. De Carlo, J. Luki?, D. Naumovi?-Vukovi?, Copper Dissolution and Deposition Tendency of Insulating Mineral Oils Related to Dielectric Properties of Liquid and Solid Insulation, ICDL 2011, Trondheim, June 26-30 2011

M.C. Bruzzoniti, R.M. De Carlo, C. Sarzanini, R. Maina, V. Tumiatti, Determination of copper in liquid and solid insulation for large electrical equipment by ICP-OES. Application to copper contamination assessment in power transformers, Talanta, vol. 99, 2012, 703-711

M. De Carlo, M.C. Bruzzoniti; C. Sarzanini, R. Maina; V. Tumiatti, Copper Contaminated Insulating Oils-Testing and Investigations, IEEE Trans. On Dielectrics and Electrical Chim. Dott. Riccardo Maina Via Tiraboschi, 25 10149 Torino (TO) Insulation, vol. 20, No. 2, 2013, 557-563

R. M. De Carlo, C. Sarzanini, M.C. Bruzzoniti; R. Maina; V. Tumiatti; Copper-in-oil Dissolution and Copper-on-Paper Deposition Behavior of Mineral Insulating Oils, IEEE Trans. On Dielectrics and Electrical Insulation, vol. 21, No. 2, 2014, 666-673