Quinta, 9 de Março de 2017

Introdução norma

Na introdução da norma técnica IEC 62697-1 “Métodos de ensaio para a determinação quantitativa de compostos de enxofre corrosivo em líquidos isolantes usados e não usados” de 2012 (pág. 7) afirma-se que:
 O enxofre pode estar presente no líquido isolante (usado nos transformadores e outros equipamentos elétricos) sob várias formas
 A concentração total de enxofre depende da origem do líquido, do processo de refinação, da formulação e da presença de aditivos
 Entre os aditivos existem os antioxidantes que contêm enxofre, tal como o DBDS
 Existem compostos sulfurados não corrosivos e outros extremamente corrosivos para as superfícies metálicas, tais como, por exemplo, as existentes no interior dos transformadores
 A presença destas espécies corrosivas de enxofre está diretamente relacionada com avarias que envolvem equipamentos utilizados na geração, transmissão e distribuição de energia há várias décadas
 A norma IEC, por este motivo, estabeleceu que, quer os óleos isolantes novos, quer os que se encontram em serviço devem encontrar-se isentos destes compostos corrosivos sulfurados
 O impacto do enxofre corrosivo está relacionado principalmente com a presença de um composto corrosivo sulfurado específico: o DBDS

A descoberta do DBDS

A descoberta do DBDS como o principal responsável pelo fenómeno do enxofre corrosivo teve lugar em julho de 2005 nos laboratórios Sea Marconi. A descoberta ocorreu durante a análise de óleos usados ??em reatores de derivação que poucos dias antes tinham sofrido falhas catastróficas no Brasil.A Sea Marconi, em cooperação com a Terna e a Universidade do Missouri, confirmou a descoberta, alargando a análise a óleos europeus e sul-americanos.A 20 de junho de 2006, em Turim, durante a reunião IEC WG 35 sobre o enxofre corrosivo, ocorreu a primeira publicação.As subsequentes publicações dirão respeito quer aos métodos de deteção de DBDS, quer às contramedidas para a criticidade de “Enxofre corrosivo devido a DBDS – C1” através do processo de Despolarização pela Sea Marconi na Europa e na América do Sul.

A par da descoberta do DBDS como o principal responsável pelo fenómeno do enxofre corrosivo (julho de 2005), a Sea Marconi tem estudado a ação corrosiva quer dos compostos de enxofre normalmente encontrados no óleo, quer dos produtos de degradação dos aditivos.

Como chegámos lá

A Sea Marconi chegou à descoberta do DBDS graças à experiência obtida dez anos antes durante uma experiência realizada por conta de uma empresa de construção de transformadores na América do Sul; a investigação tinha sido solicitada como resultado de uma série de falhas catastróficas de reatores de derivação nos primeiros 18-24 meses de funcionamento.Os estudos não ajudaram a determinar com certeza a causa dos eventos catastróficos, mas permitiram aprofundar o conhecimento de alguns fenómenos (por exemplo, o contributo dos processos de refinação, ou a tendência de determinados óleos para dissolverem metais) que mais tarde ajudaram a entender melhor o papel do DBDS e as motivações para o seu uso nos óleos.

Principais publicações Sea Marconi sobre o assunto

M. Pompili, F. Scatiggio, V. Tumiatti, R. Maina, M. Tumiatti, Corrosive sulfur in insulating oils: its detection and correlated power apparatus failures, IEEE Trans. On Power Delivery, Vol. 23, NO. 1, 2008


V. Tumiatti, R. Maina, F. Scatiggio, M. Pompili and R. Bartnikas, In Service Reduction of Corrosive Sulfur Compounds in Insulating Mineral Oils, ISEI 2008, Toronto, June 2008


F. Scatiggio, V. Tumiatti, R. Maina, M. Tumiatti, M. Pompili and R. Bartnikas, Corrosive Sulfur Induced Failures In Oil-Filled Electrical Power Transformers And Shunt Reactors, IEEE Trans. On Power Delivery, Vol. 24, NO. 3, 2009


R. Maina, V. Tumiatti, M. Pompili and R. Bartnikas, Corrosive Sulfur Effects in Transformer Oils and Remedial Procedures, IEEE Trans. On Dielectrics and Electrical Insulation, Vol. 16, NO. 6, 2009


R. Maina, V. Tumiatti, M. Pompili and R. Bartnikas, Dielectric Loss Characteristics of Copper Contaminated Transformer Oils, IEEE Trans. On Power Delivery, Vol. 25, NO. 3, 2010


F. Scatiggio, R. Maina, V. Tumiatti, M. Pompili and R. Bartnikas, Long Term Stability of Insulating Mineral Oils Following their Corrosive Sulfur Removal, ISEI 2010, San Diego, June 2010


R. Maina, V. Tumiatti, F. Scatiggio, M. Pompili and R. Bartnikas, Transformers Surveillance Following Corrosive Sulfur Remedial Procedures, IEEE Trans. On Power Delivery, Vol. PP, Issue 99, 2011


M.C. Bruzzoniti, C. Sarzanini, R.M. De Carlo, R. Maina, V. Tumiatti, Guasti in trasformatori di potenza impregnati in olio minerale isolante e potenziali danni ambientali. Indagine su fenomeni di corrosione correlati a contaminazione da sostanze corrosive, Proc. XII Congresso Nazionale della Divisione di Chimica dell’Ambiente e dei Beni Culturali, Taormina (IT), September 2010, http://www.socchimdabc.it/joomla/documenti/atti_XII_congr.pdf


R. Maina, V. Tumiatti, M.C. Bruzzoniti, R.M. De Carlo, J. Lukic, D. Naumovic-Vukovic, Copper Dissolution and Deposition Tendency of Insulating Mineral Oils Related to Dielectric Properties of Liquid and Solid Insulation, ICDL 2011, Trondheim, June 26-30 2011


M.C. Bruzzoniti, R.M. De Carlo, C. Sarzanini, R. Maina, V. Tumiatti, Determination of copper in liquid and solid insulation for large electrical equipment by ICP-OES. Application to copper contamination assessment in power transformers, Talanta, vol. 99, 2012, 703-711


R. M. De Carlo, M.C. Bruzzoniti; C. Sarzanini, R. Maina; V. Tumiatti, Copper Contaminated Insulating Oils-Testing and Investigations, IEEE Trans. On Dielectrics and Electrical Chim. Dott. Riccardo Maina Insulation, vol. 20, No. 2, 2013, 557-563


R. M. De Carlo, C. Sarzanini, M.C. Bruzzoniti; R. Maina; V. Tumiatti; Copper-in-oil Dissolution and Copper-on-Paper Deposition Behavior of Mineral Insulating Oils, IEEE Trans. On Dielectrics and Electrical Insulation, vol. 21, No. 2, 2014, 666-673


M.C. Bruzzoniti, R.M. De Carlo, C. Sarzanini, R. Maina, V. Tumiatti, Stability and Reactivity of Sulfur Compounds against Copper in Insulating Mineral Oil: Definition of a Corrosiveness Ranking, Ind. Eng. Chem. Res., 2014, DOI: dx.doi.org/10.1021/ie4032814





Ho letto l'informativa e autorizzo il trattamento dei miei dati personali per le finalità ivi indicate.
Inserisci questo codice: captcha





I read the privacy information and authorize the use of my personal data for the purposes specified therein.
Insert this code: captcha





J'ai lu les informations et j'autorise le traitement de mes informations personnelles aux fins indiquées.
Entrez ce code: captcha





He leido lainformaciòn y autorizo el procesaimento de mi datos personal pera los fines allì indicados.
Ingrese este còdigo: captcha





Eu li as informações e eu autorizo o processamento das minhas informações pessoais para os fins aí indicados.
Digite este código: captcha